Assinatura anual por apenas $59! Você economiza: $176 ($235).  
Entrar
Desenho de Personagem

Um olhar para as tecnologias mais recentes usadas na arte digital

Emma Tibbey
Jun 26, 2023
1 comentário

O mundo da arte está sempre mudando, evoluindo e progredindo em direção a novos entendimentos.

Esse estado fluente de criação torna a arte muito empolgante, pois sempre podemos esperar por novas ideias e as invenções mais loucas e legais que estão por vir..

Se você também está entusiasmado com o futuro da arte, pode querer explorar as possibilidades que estão esperando por você.

Existem tantas maneiras diferentes pelas quais o mundo da arte mudou ao longo do tempo, e há muito mais por vir.

O que é Arte Digital?

Para resumir, antes de começarmos um mergulho profundo na natureza das possibilidades da arte digital, arte digital é qualquer arte feita usando e envolvendo tecnologia digital. A arte digital cresceu e se tornou um meio extremamente popular de criação de arte nos dias de hoje.

Isso é em grande parte resultado da constante exploração da tecnologia digital pela sociedade, que permitiu aos artistas aproveitar e expandir a tecnologia de maneiras novas e criativas.

Se você estiver interessado em criar sua própria arte digital, pode conferir alguns de nossos cursos, como os nossos Cursos de Arte Digital em Procreate, para ajudá-lo ao longo do caminho.

A História da Arte

A arte é uma forma expressiva fundamental entre a humanidade.

Ele existe há séculos e continuará existindo e progredindo ao lado de muitos mais! Ao se debruçar sobre as últimas tecnologias utilizadas na arte digital, é importante ter um conhecimento da história da arte.

A arte percorreu um longo caminho ao longo dos séculos, desde pinturas rupestres e esculturas em pedra na era paleolítica até nossa nova era de criação de arte em uníssono com a tecnologia digital – como a Arte gerada por IA —no século 21.

Isso mostra o quão evolutiva é a prática da arte, tornando o futuro ainda mais emocionante.

A evolução da arte é extensa, pois as formas de arte feitas pelo homem podem ser datadas de 30.000 aC, com esculturas em pedra e estatuetas identificadas como relíquias da era paleolítica.

A partir desta data, muitos saltos e limites foram dados nas habilidades artísticas do homem e, à medida que a tecnologia progrediu cada vez mais, a arte também evoluiu.

Uso inicial da tecnologia digital na arte

A digitalização inicial na arte pode ser vista através do uso e invenções de câmeras ou tecnologias semelhantes a câmeras, como a 400 aC Câmera Obscura. O uso desse dispositivo permitiu que os artistas projetassem imagens e as traçassem no papel para desenhar ou recriar cenas.

Com o passar do tempo, muitas outras tecnologias digitais foram introduzidas, com eras significativas como a revolução industrial, introduzindo muitas invenções mecânicas no espaço artístico. 

As câmeras permitiram que os cineastas dessem vida às suas ideias, expressando suas visões artísticas por meio do uso da tecnologia digital. O primeiro filme feito no final de 1800 mostrou as capacidades das tecnologias digitais, usando a câmera para criar a visualização de uma narrativa.

Desde então, esse meio de arte que mudou a vida manteve sua importância no mundo. O cinema moderno requer uma configuração elaborada de tecnologias de produção e pós-produção.

Isso envolve muitos elementos computadorizados diferentes, como edição de som, VFX ou simplesmente filmagem com uma câmera. O filme revelou as possibilidades monumentais criadas ao combinar a tecnologia digital com a mente de um artista.

Camera Obscura
@wikimedia

A arte permite que novas ideias e invenções desafiem seus limites, sempre evoluindo e avançando em direção à reinvenção. Isso permitiu que os artistas experimentassem todos os aspectos da arte, incluindo, entre outros, os materiais usados para fazer a arte.

A digitalização tem sido uma mudança grande e contínua no mundo da arte, com as pessoas descobrindo como integrar essa nova tecnologia em sua arte.

Os movimentos artísticos e como eles fizeram a transição para a arte digital

Vamos concluir uma lição rápida e curta de história da arte.

Para entender a arte digital, o conhecimento dos movimentos artísticos pode ser útil. Os movimentos artísticos são divididos em vários períodos diferentes, com eras mais significativas definindo ideologias inteiras em torno da percepção da arte e do fazer artístico pela sociedade.

A primeira era da arte tecnologicamente definidora foi O Renascimento.

Este período da arte durou do século 14 ao 16 e envolveu o renascimento da arte clássica! Embora focado em ideais clássicos, o Renascimento foi conduzido em um período de tempo que permitiu a introdução de novas tecnologias.

Essas novas tecnologias podem ser vistas através do foco mais pesado nas descobertas científicas da anatomia, perspectiva e matemática, que foram usadas para ajudar a idealizar seu naturalismo.

O Renascimento também viu fisicamente avanços tecnológicos com a invenção da imprensa, que desafiou o papel do artista e permitiu maiores produções de arte.

Além disso, o Renascimento comemorou o nascimento da digitalização por meio de câmeras e fotografias, criando uma nova era na arte e mostrando a importância do uso da tecnologia no mundo da arte..

Esta era de ouro da arte foi capaz de ser tão influente e aprimorada devido à adoção de tecnologias digitais e novas.

Tervi Fountain Architecture

No início do século 20, um novo movimento artístico fundamental em relação ao avanço tecnológico surgiu. O Modernismo.

A era Moderna revela o impacto que a digitalização e as novas tecnologias tiveram no espaço da arte e, à medida que a humanidade avançava tecnologicamente, o mesmo acontecia com a arte.

Esse período realmente começou envolvendo veículos motorizados no processo de pintura, com artistas como Len Lye usando a tecnologia para criar esculturas cinéticas.

Maquinário, tecnologia e mídia digital começaram a ser incorporados ao processo artístico de forma mais integral, e os artistas começaram a convidar as novas descobertas que vieram junto com a chegada da era eletrônica.

Isso abriu o mundo para a ideia de combinar mídia digital e arte para criar trabalhos instigantes e chocantes.

Example of Abstract Art

O surgimento da arte digital – pós-modernismo

O termo “arte digital” surgiu pela primeira vez durante o Período Pós-Moderno no início dos anos 1980, quando engenheiros de computação inventaram uma nova tecnologia que permitia a criação digital de pinturas.

Esta criação, iniciada por Harold Cohen, revelou como os computadores e a tecnologia digital podem ser usados para criar arte, mostrando as capacidades da criação de arte digital no mundo da arte.

Cohen foi capaz de popularizar o termo “arte digital” com a invenção dessa tecnologia – conhecida como AARON. Isso manifestou uma empolgação universal sobre os limites da arte à medida que o mundo progredia do modernismo para um estado de pós-modernismo.

Esse foco na arte pós-moderna significou uma rejeição dos valores artísticos tradicionais, resultando na aceitação do conceito de uso de tecnologias digitais para fazer arte! 

Esta rica história mostra como a arte evoluiu ao longo do tempo, particularmente como ela foi capaz de evoluir junto com o mundo digital. Isso torna o futuro da arte uma perspectiva tão empolgante.

Há muito mais por vir! Que novas invenções podem mudar a forma como vemos a arte para sempre?

Software de desenho

A arte digital tornou-se sinônimo de programas de desenho de computador. Esses programas se tornaram muito mais acessíveis e intensivos ao longo do tempo. Então, vamos dar uma olhada na história dos desenhos e programas auxiliados por computador!

Nos anos 60, os murmúrios iniciais de programas de desenho de computador começaram a ser ouvidos – embora ainda não fosse considerado ‘arte digital’, os artistas começaram a experimentar novas tecnologias ao longo desses anos.

Na década de 1960, John Whitney criou uma das primeiras obras de arte geradas por computador. Ele usou aparatos digitais e mecânicos para vincular composição musical com recursos visuais, envolvendo imagens e tecnologia de computador.

Nos anos 60, outros artistas, como ​​Paul Klee, algoritmos de computador usados para criar arte gerada por computador!

Nos anos 80, depois que o AARON foi inventado, o espaço artístico começou a se concentrar mais na arte digital em oposição às obras de arte geradas por algoritmos e assistidas por computador.

Isso viu um grande aumento nos programas de desenho de computador, pois os concorrentes começaram a introduzir várias plataformas de pintura diferentes.

O primeiro programa de pintura era conhecido como PCPaint e foi inventado em 1984. Este era o programa de desenho de computador GUI baseado em mouse baseado em IBM PC original e permitia aos usuários pintar obras de arte digitalizadas no programa a partir de seus computadores.

Depois disso, muitos outros programas de desenho de computador foram introduzidos, como a versão de 1985 do Paint ou a linha de programas de desenho e desenho vetorial de 1984 da Apple, conhecidos como MacPaint e MacDraw. O final dos anos 80 também viu a influente introdução do Adobe Illustrator e do Adobe Photoshop.

No século 21, essas tecnologias foram expandidas e agora são extremamente acessíveis a todos que desejam criar arte digital usando programas de desenho de computador.

Se você quiser aprender mais sobre como usar alguns dos programas de arte digital mais populares, confira nossos cursos ‘Desenho Digital no Photoshop’ ou ‘Ilustração Digital com Procreate’. Além disso, confira nossa coleção dos melhores cursos de Procreate e de ilustrações .

A Girl Using A Computer Drawing Program

Os tipos de Arte Digital

Desde a sua invenção, a arte digital tornou-se uma prática básica entre os artistas. Ele pode ser visto em muitos empreendimentos criativos diferentes, usado de várias formas e por vários motivos.

Se você se interessou pelo futuro da arte digital, seria bom saber como é o espaço atual da arte digital.

Então, vamos dar uma olhada nos diferentes tipos de arte digital.

Pintura e Desenho Digital

Pintura e desenho digital é talvez a forma mais conhecida de arte digital! Essa prática envolve artistas que usam programas de desenho de computador para criar obras de arte digitalmente.

Esses programas permitem que o artista use ou crie pincéis ou lápis que imitam a pintura tradicional e os utensílios de desenho, usando essas ferramentas para criar qualquer obra de arte que desejar. A pintura e o desenho digital são extremamente populares, pois são uma maneira extremamente eficaz de criar arte. 

A pintura e o desenho digital ainda exigem a habilidade e a técnica necessárias para desenhar com caneta e papel. No entanto, tornou-se popularizado e favorecido nos dias modernos. Existem várias razões pelas quais alguém pode querer usar plataformas de desenho digital.

Por exemplo, você pode sobrepor sua arte, o que significa que você pode manter seus trabalhos complicados e intrincados organizados de forma mais sistemática. Você pode experimentar mais livremente sem se preocupar em desperdiçar produtos. Portanto, poderia ser uma alternativa mais econômica à arte tradicional.

No geral, está claro que a pintura e desenho digital é um meio de arte extremamente útil. 
No final do dia, a definição de pintura e desenho digital é simples.

É o processo de criar uma pintura ou desenho digitalmente.

Arte vetorial

A arte vetorial é outro tipo significativo de arte digital que é uma grande parte das práticas de criação de arte contemporânea. Se você já se interessou por design gráfico, a arte vetorial é um aspecto importante desse processo popular e de alta demanda.

A arte vetorial é criada com um software de desenho vetorial. Esse tipo de arte digital envolve o uso de fórmulas matemáticas para criar formas e linhas em vez de usar pixels. Essas formas e linhas são feitas por pontos que podem ser unidos para formular linhas e, eventualmente, formas.

Como a arte vetorial não envolve pixels, isso significa que você pode criar designs que sempre serão de qualidade extremamente aprimorada. Isso torna a arte vetorial extremamente benéfica para designers gráficos, pois eles podem usar programas de arte vetorial para produzir formas e designs extremamente nítidos e de alta definição.

Example Of Vector Art

Modelagem e escultura 3D

A modelagem 3D é uma forma de arte digital que permite aos artistas manipular linhas e formas em um plano para criar uma malha que se torna um modelo 3D de um objeto. A modelagem 3D é usada para criar gráficos 3D e pode até ser animada, como em videogames!

A escultura 3D é uma versão semelhante, mas mais moderna, da modelagem 3D. Escultura em 3D é exatamente o que parece… esculpir em 3D.

Para fazer isso, você recebe uma espécie de bloco digital de argila que pode ser manipulado para criar qualquer forma ou objeto que você deseja esculpir. Isso geralmente é usado para criar imagens 3D de pessoas, adereços e muito mais.

Manipulação de fotos 

A manipulação de fotos envolve pegar uma imagem e desenhar ou manipulá-la usando tecnologia digital. Isso permite que os artistas criem obras de arte digitais mais realistas enquanto misturam imagens e desenhos para criar um design digital hiper-realista.

Isso também pode ser chamado de pintura fosca, que envolve um artista misturando cenas da vida real com um plano de fundo desenhado para criar imagens digitais realistas, mas imaginadas. 

Animação 2D 

A animação é uma parte importante da arte digital, pois a tecnologia avançou para ajudar os animadores a criar peças incríveis com o uso de programação digital.

A animação 2D é um aspecto significativo da animação; Tenho certeza de que você pode pensar em muitos filmes favoritos da infância ou até mesmo filmes e programas de TV favoritos atuais feitos com animação 2D! 

Graças à tecnologia digital, existem vários métodos para obter animação 2D. As duas categorias principais são quadros ou animação esquelética!.

Se você já fez animações de post-its quando era mais jovem – desenhando pequenos bonecos que se moviam pouco a pouco em cada página e depois folheando para ver a cena que você criou entrar em ação – então você está familiarizado com o tipo de trabalho que ele faz. leva para fazer uma animação baseada em quadros.

A animação de quadros envolve os animadores desenhando quadros, alterando-os levemente, pouco a pouco, à medida que a cena muda, até que eventualmente reúna movimento suficiente para criar uma animação holística..

Isso geralmente é auxiliado pela tecnologia digital, já que os artistas podem desenhar seus objetos em programas de desenho de computador, permitindo que manipulem as camadas e alterem os quadros com mais facilidade.. 

A animação esquelética é uma técnica que consome menos tempo. Com a ajuda da tecnologia baseada em computador, os animadores agora são capazes de criar um esboço do esqueleto do objeto que desejam animar.

Depois, eles podem usar esse software para mover e animar os diferentes ossos de seu esqueleto, criando assim uma animação 2D por meio do uso de software digital.

Se você já se interessou em experimentar sua própria forma de animação – mas queria ir além dos desenhos básicos de post-it – você pode conferir nosso curso acessível, ‘Introdução à Animação.’

Animação 3D

A arte digital progrediu tanto que não para apenas na animação 2D. Os artistas agora podem usar a tecnologia para criar cenas 3D completas, às vezes tão realistas que você nem consegue perceber que não é uma imagem da vida real.

A animação baseada em esqueleto permite que os artistas manipulem modelagem e escultura 3D, criando como resultado animações 3D completas! Artistas usam tecnologia como CGI para criar animações incrivelmente realistas, de alta definição e tridimensionais ao longo dos filmes.

Esses tipos de animações estão em constante progresso, com novas formas de animações 3D sendo lançadas continuamente. Por exemplo, filmes como ‘Avatar: O Caminho da Água’ estão constantemente redefinindo o software usado para criar animação 3D.

Este filme por si só mostra o quanto a arte digital pode evoluir e progredir ao introduzir um novo sistema a ser usado para animação facial! Ao pensarmos na progressão do cinema de animação nos últimos anos, fica claro que há uma tendência cada vez mais voltada para a animação 3D.

Isso é resultado de constantes avanços tecnológicos que tornaram essa forma de arte digital um meio incrivelmente favorável para uso na produção de filmes.

As últimas tecnologias em arte digital

A arte digital tem uma história rica que permitiu que ela se tornasse uma parte essencial da arte no século XXI. Ele mudou e evoluiu ao longo dos anos, tornando-se uma forma de arte que é vista em muitas formas diferentes na arte atual.

Depois de toda essa evolução, você deve estar se perguntando o que está acontecendo com a arte digital hoje. Existem tantas tecnologias novas e interessantes para se entusiasmar nos dias de hoje, com muitas descobertas e invenções mudando a maneira como artistas e espectadores interagem com a arte no século XXI.

Então, vamos dar uma olhada nas últimas tecnologias usadas na arte digital!

RV and RA

Ambas Realidade Virtual e Realidade Aumentada tem havido progressões recentes na tecnologia que elevaram os meios de expressão artística.

Ao usar essas tecnologias, os artistas podem criar experiências incrivelmente imersivas para os espectadores, permitindo que o público interaja com a arte em um espaço tridimensional.

Esses meios são vistos como uma espécie de progressão natural na arte, e prevê-se que os artistas continuem a experimentar essa forma, empurrando essa tecnologia para domínios novos e criativos.

A Realidade Virtual envolve o uso de um fone de ouvido para ser transportado para um novo mundo, o que significa que os artistas podem manipular completamente o espaço dimensional que os espectadores veem através dessas lentes. Isso tira completamente o público da realidade, transportando-o para mundos novos e imaginários.

A Realidade Aumentada, porém, não tira o público do mundo real. Em vez disso, ele usa tecnologia e manipulação visual para “aumentar” a visão da realidade do público..

Isso permite que o artista manipule completamente a realidade, desafiando a percepção do espectador sobre o mundo e seus arredores usando a tecnologia digital.

Esperançosamente, os artistas continuarão a encontrar novas maneiras de progredir em sua criação de arte digital usando essas novas tecnologias, às vezes chamadas de futuro da arte.

A Man Wearing Virtual Reality Headset

IA 

Uma tecnologia nova e mais controversa no mundo da arte é arte de IA ou inteligência artificial. A arte de IA é uma espécie de arte generativa, pois os algoritmos de IA são usados para criar novas imagens e designs.

Esta forma de arte tem infinitas possibilidades e pode ser experimentada de muitas maneiras diferentes, permitindo que os artistas usem a tecnologia mecânica e digital para ultrapassar os limites da criação..

No entanto, a IA tem sido um tópico polarizador, com algumas preocupações quanto à legitimidade e à moralidade artística do uso dessa tecnologia.

Como a IA depende inteiramente de algoritmos de computador, a mão dos artistas se torna irrelevante. Isso pode resultar na perda de oportunidades e reconhecimento de artistas digitais.

Embora seja inegável que a IA é uma evolução interessante no espaço tecnológico, seu papel no mundo da arte ainda é incerto e altamente discutível. 

Gráficos em movimento

Gráficos em movimento têm sido uma evolução significativa, principalmente no cinema, pois ajuda a criar gráficos animados que podem ser usados em filmes, vídeos e outros projetos multimídia.

Um gráfico em movimento, simplificando, é uma versão animada de um design gráfico.

Gráficos em movimento têm sido usado na arte por muitos anos. No entanto, é apenas com as novas tecnologias que esse meio se popularizou e se tornou mais eficaz em seu uso.

Impressão 3D

A impressão 3D é uma ideia que muitos de nós já ouvimos falar. É uma perspectiva incrivelmente empolgante e comentada que pode transformar a natureza da arte.

No mundo da arte digital, a impressão 3D permite que os criadores transformem seus designs em esculturas e designs, imprimindo os designs que moldam digitalmente e transformando-os em uma estrutura física.

Isso abre tantas possibilidades para os artistas e está rapidamente se tornando um meio acessível e popular de fazer arte no século XXI!

Deepfake

Deepfake tem sido um tópico muito comentado devido à sua natureza controversa, pois permite a manipulação de vídeo que pode alterar ou até mesmo roubar a identidade de alguém.

Deepfake, que significa “aprendizagem profunda” e “falso”, pode ser extremamente realista e difícil de diferenciar da realidade. Como resultado, essa tecnologia tem sido usada e comentada de forma prejudicial desde o seu nascimento.

No entanto, essa tecnologia digital tem sido explorada como um meio no mundo da arte, usada para expressão criativa! 

O uso de Deepfake no reino da arte pode ser visto como os artistas usaram a tecnologia para desafiar conceitualmente o público.

Isso pode ser visto em certas exposições em que os artistas usam o Deepfake para trazer artistas mortos de volta à vida ou incorporar e manipular o visual de figuras famosas.

Embora o Deepfake ainda seja problemático, os artistas ainda estão encontrando maneiras de adaptar essa nova tecnologia para criar conceitos desafiadores por meio de sua arte digital.

NFTS

Os NFTs são considerados uma forma de monetização da arte no mundo moderno e digital. NFTs referem-se a “Tokens não fungíveis”, que são tokens digitais que permitem que as pessoas comprem a propriedade digital de arte digital.

O sucesso dos NFTs ajudou a financiar muitos artistas que antes não tinham como vender sua arte. Agora, os artistas estão vendendo, negociando e criando NFTs como fonte de renda, aproveitando essa mania recente para tentar monetizar suas obras de arte com essa nova forma digital de moeda.

Embora algumas pessoas vejam os NFTs como uma perspectiva inútil, com pessoas pagando quantias extremas para obter a “propriedade” de imagens que todos podem acessar na Internet, alguns artistas consideram esse avanço tecnológico moderno bastante válido.

Muitos artistas veem os NFTs como uma forma legítima e positiva de pagar artistas digitais por seu trabalho e, como resultado, tornou-se um aspecto muito significativo da produção e venda de arte digital no século XXI. 

Plataformas de compartilhamento de arte online

O mundo moderno forneceu aos artistas mais oportunidades de mostrar seu trabalho por meio dos avanços tecnológicos.

Antes da internet, as obras de arte só podiam ser vistas pessoalmente, o que significava que os artistas tinham dificuldade em divulgar seus trabalhos. Nos dias de hoje, compartilhar sua arte é fácil e gratuito para qualquer um.

Os artistas podem compartilhar em várias plataformas de mídia social diferentes ou até mesmo em plataformas de arte especializadas, como o DeviantArt.

Como resultado, isso significa que os artistas podem usar a tecnologia para compartilhar seus trabalhos com mais facilidade. Esta é uma mudança significativa e útil na tecnologia que ajudará os artistas digitais a seguir suas carreiras. 

Progressão em CGI 

O CGI tem sido uma parte importante da animação em filmes nos últimos anos. Essa tecnologia continua a evoluir de novas maneiras, o que torna a produção de filmes ainda mais avançada e tecnologicamente envolvida.

A animação digital foi auxiliada pela tecnologia CGI (Computer Generated Imagery), que continua a evoluir e se adaptar a cada dia.

Nos últimos anos, o CGI cresceu enormemente, tornando-se um uso incrível e inovador da tecnologia na arte. A tecnologia CGI tornou-se tão de alta qualidade que pode se misturar perfeitamente com a realidade, tornando difícil diferenciá-la da realidade.

Dê uma olhada em ‘Avatar’ vs ‘Avatar: O Caminho da Água,’ dois filmes CGI que mostram os limites mais recentes do CGI durante o período em que foram lançados. O primeiro ‘Avatar’ foi inovador, usando a nova tecnologia CGI para animar atores usando captura de desempenho.

Essa tecnologia CGI foi expandida ainda mais em ‘Avatar: O Caminho da Água,’ quando eles inventaram uma maneira de usar a captura de desempenho subaquático, um feito inovador na tecnologia de efeitos visuais que mostra como o CGI continuou a progresso ao longo dos anos.

An Image From The Move Avatar

O futuro da Arte Digital

Agora que estamos todos presos no mundo passado e presente da arte digital, só resta um lugar para ir: o futuro.

Já temos vislumbres do que a arte pode evoluir à medida que avançamos para uma nova era tecnológica, então o que as pessoas estão dizendo ainda está por vir.

O que já está a caminho? Como as tecnologias vão evoluir?

Há muitas progressões novas e emocionantes para se esperar na arte digital. Como sabemos agora, a arte digital progrediu de muitas maneiras diferentes. Então, em que direção estamos indo agora?

Existem algumas categorias principais de mudança, sendo elas como a arte é vista, vendida e criada. Vamos dar uma olhada em como isso vai mudar.

Como a Arte será vista

Como vimos, a arte digital cresceu e se tornou uma prática extremamente normalizada no mundo da arte. Isso sugere que essa tendência artística simplesmente continuará em uma progressão linear, com a arte digital se tornando ainda mais acessível e comum entre os artistas..

Como resultado, a arte se inclinará cada vez mais para o meio digital. Isso pode significar muitas coisas diferentes, incluindo uma mudança em como vemos os artistas e como vemos suas obras de arte.. 

Em primeiro lugar, o aumento da arte digital causará um aumento na demanda por artistas digitais, o que significa que os criadores digitais se tornarão atores mais críticos e importantes no mundo da arte..

A arte digital pode até se tornar conhecida como a principal forma de arte à medida que avançamos em direção ao envolvimento tecnológico completo.

Em um sentido mais físico, a maneira como o público vê a arte continuará a mudar à medida que a simulação e a arte imersiva continuarem a progredir.

A tecnologia digital cria muitas novas perspectivas empolgantes para os amantes da arte, pois agora há mais oportunidades para as pessoas acessarem a arte, usando plataformas online para ver as criações, em vez de visitar a arte estritamente em galerias.

Além disso, o próprio espaço da galeria está mudando, exigindo peças mais interativas e apoiadas pela tecnologia. Os artistas já começaram a experimentar a implementação de VR e AR no espaço da galeria, mas com mais tempo, quem sabe que novas formas legais de apresentação de arte poderiam ser introduzidas?

As possibilidades são ilimitadas.

Como a Arte será vendida

O mercado de arte mudou drasticamente ao longo dos anos, com novas formas digitais de venda e negociação sendo introduzidas! Como muita arte está caminhando para a digitalização, o mesmo acontece com o mercado.

Isso é visto através da mania e popularização do comércio de arte por meio de NFTs, uma tendência imprevisível que pode continuar a crescer ou desmoronar no futuro.

Além disso, a tecnologia digital permitiu que os artistas exibissem seus trabalhos em plataformas de mídia social, o que significa que os artistas podem vender sua arte digitalmente por meio de seus próprios métodos de receita online.

Há muitas maneiras pelas quais essas técnicas podem continuar a crescer. Quem sabe que nova tecnologia será introduzida para ajudar os artistas a vender arte digitalmente? O mercado de arte, mesmo depois do COVID, tem se mostrado extremamente resistente e estável.

Isso só sugere mudanças positivas para o futuro do comércio de arte.

Como a Arte será criada

Depois de refletir sobre a história da arte, fica claro que os artistas são extremamente adaptáveis e dispostos a abraçar a mudança. Essa natureza criativa já está funcionando bem com a incorporação da tecnologia digital nas práticas artísticas e, com sorte, continuará a florescer.

Muitos até levantaram a hipótese de que a arte digital se tornará a nova fonte primária de criação artística, assumindo os meios tradicionais e reinventando completamente o espaço artístico..

Devido à sua natureza em constante mudança, há tantas coisas para esperar no espaço da arte digital. Será particularmente interessante observar como as tecnologias imersivas, como VR e AR, continuam a evoluir.

Experimentar e desfocar a arte e a realidade por meio do uso dessa tecnologia pode eventualmente criar alguns resultados malucos e incompreensíveis.

Vamos esperar para ver

O futuro da arte é uma perspectiva incrivelmente empolgante, mas só se torna visível por meio da compreensão da tecnologia que já temos atualmente.

É impossível ver o futuro, então qualquer futuro que possamos compreender será uma expansão do que já vimos crescendo no espaço da arte digital.

Isso significa apenas que, além desses empreendimentos futuros incrivelmente emocionantes em coisas como VR, AR, CGI e AI, existem muitas novas criações insanas e imprevisíveis que surgirão em um futuro próximo.

Vamos ter que esperar para vê-los. Ou talvez até sair e experimentar nossas próprias tecnologias de arte digital!

Vamos resumir as coisas!

A arte digital foi e continuará sendo um elemento importante da arte ao longo da história. A arte mudou muito ao longo dos anos, sendo uma das maiores e mais consistentes mudanças a introdução da tecnologia digital.

Essa ideia de misturar arte e tecnologia começou há muitos anos, com coisas como câmeras ou dispositivos mecânicos como AARON, mas desde então se tornou parte integrante do mundo da arte.

A arte digital tornou-se uma das formas de arte mais populares, e não só isso, está presente em tantos espaços e práticas diferentes.

Visto sendo usado em todos os lugares, do filme ao seu próprio quarto! Essa popularização da arte digital torna ainda mais emocionante dar uma olhada nas tecnologias mais recentes usadas na arte digital.

Mesmo que você não seja um artista digital, ainda é muito interessante considerar a incrível nova tecnologia, como AR, VR e AI, sendo usada no mundo da arte hoje. Agora, é hora de olhar para o futuro da arte. Tenho certeza de que muitas novas tecnologias incríveis virão.

Se você se interessa por arte digital, então o 21 Draw tem uma grande variedade de cursos. De design de personagens a luz e sombra, de desenhos de super heróis a desenho de criatiruas,temos um curso para todos. Você pode conferir todos os nossos cursos de desenho aqui.

Emma Tibbey
Emma Tibbey

Emma é uma escritora freelance australiana, ansiosa para criar textos informativos e interessantes que expressem suas paixões criativas. Emma está atualmente estudando Belas Artes na Queensland University of Technology.

Estilos de Ilustrações - O Guia Definitivo
Como Desenhar um Corpo - Um Guia Passo a Passo
1 comentário
Lola
February 12, 2024

Excelente contenido. Me servirá un montón, gracias

Resposta
Deixe um comentário
Tenha acesso a todos os cursos. Economize 75% agora! Começar